Cirurgia plástica, transplante capilar, estética.

A maior procura é pelas mulheres, embora seja também possível reduzir o tamanho da bolsa escrotal em pacientes do sexo masculino.

 
Nas mulheres a cirurgia tem como função:

  1. Corrigir o excesso de tecido dos pequenos lábios que em muitos casos deixam um aspecto não tão estético no órgão sexual externo feminino em qualquer idade a partir da fase pós puberal
  2. Nos grandes lábios tanto é possível reduzi-los quando existe alguma flacidez do local ou nos casos em que os mesmos se encontram “murchos”, é possível fazer injeção de gordura no local, a qual é retirada por lipoaspiração de algum lugar do corpo da própria paciente.
  3. Flacidez e alargamento do canal vaginal normalmente causados pela flacidez resultante da idade ou em casos de parto normal, causando esse alargamento, nesses casos, além da retirada do excesso de mucosa temos que fazer a aproximação da musculatura da região posterior da vagina.
  4. Exagero do volume do Monte de Vênus, nesses casos é feita uma lipoaspiração na região pubiana
  5. Em alguns casos, dependendo da necessidade, é possível combinação de múltiplas correções em um mesmo procedimento.

 
Nos homens a cirurgia tem como função:

  1. Redução da bolsa escrotal nos casos em que existe um excesso de pele que embora seja mais comum em pessoas com mais idade, também existe em pacientes mais jovens que algumas vezes apresentam um excesso mesmo sem flacidez.
  2. Exagero no volume do Monte de Vênus, similarmente ao caso nas mulheres, é corrigido com lipoaspiração no local. Esta redução nos homens pode deixar mais exposta a porção do pênis que se encontra coberta com esse excesso de gordura, tornando-o aparentemente maior.
  3. Redução do excesso da pele do pênis na região do prepúcio, corrigindo a fimose

 
Tanto para homens quanto para mulheres, estas cirurgias podem ser feitas com anestesia local e sedação ou com anestesia peridural.

São cirurgias com previsão de alta no mesmo dia de sua realização e o tempo para o retorno às atividades normais é de 2 a 3 dias, já o esforço com exercícios físicos deve ser evitado por 15 a 20 dias.